Criolipólise Locação Crio Redux - Advice

Criofrequência Body Health combate a gordura localizada e flacidez ao mesmo tempo

CRIOFREQUÊNCIA BHS 156 - Mudando o corpo e sua vida de seus clientes

Com a tecnologia a favor da beleza, não param de aparecer supermáquinas para atacar o trio inimigo do corpo perfeito: Celulite, gordura localizada e flacidez.

Considerada pelos especialistas como uma das 5 máquinas mais poderosas da atualidade, a CRIOFREQUÊNCIA, BEST-SELLER CONTRA A FLACIDEZ E GORDURA LOCALIZADA tem como objetivo ronovar as fibras de colágeno, garantindo firmeza e reduzir tecido adiposo ao mesmo tempo.

Criolaser Locação com CriofrequênciaCriofrequência Body HealthEsta máquina SUPERPODEROSA tem uma ponteira ultracongelada, que esfria a epiderme a -10cº, provocando a contração imediata das fibras de colágeno, o que garante o efeito lifting no corpo. Já o calor da Radiofrequência atinge a pele, eleva a temperatura, retrai o colágeno existente e estimula a formação de novas fibras elásticas a médio prazo. O aquecimento de -60Cº internos é mantido, o paciente não sente absolutamente nada. É o choque térmico entre o frio e quente que aumenta a eficiência da técnica, trazendo resultados contra a flacidez em menos tempo que trata gordura localizada.

Para o tratamento, são necessárias de quatro a seis sessões, de acordo com cada quadro, com intervalo de 20 dias entre elas e com um custo em média de R$600,00 por sessão, não menos que isso.

A CRIOFREQUÊNCIA© é uma terapia desenvolvida e patenteada pela Body Health que age através da sinergia do frio de até -10 graus e até 1.050 watts de onda eletromagnética.

O encontro do frio na epiderme e do calor nos tecidos internos, além de garantir a segurança do cliente, produz milhões de choques térmicos gerando um terceiro efeito fisiológico, desestabilizando o metabolismo local.

Esta energia mobiliza tanto o colágeno quanto as células de gordura, sendo indicado para tratamento da flacidez tissular facial e corporal e também para redução da gordura localizada.

Com Criofrequência temos o resultado imediato, tanto no sentido de Lifting instantâneo quanto na redução de medida, provando mais uma vez o porque que essa nova tecnologia têm ganhado cada vez mais espaço no mercado: Credibilidade, Qualidade, Segurança, Alta Tecnologia e o mais importante, Resultados duradouros! Não é maravilhoso?

 

Registro nº 80832479001

 

A CRIOFREQUÊNCIA queima? Tem este risco?

Não queima, não traz nenhum desconforto para o paciente, ele sente uma ponteirinha gelada. Isso é tecnologia.

CRIOLIPÓLISE e CRIOFREQUÊNCIA é a mesma coisa?

Não, não se relacionam. A criolipólise transforma as células de gordura em fractais de gelo, ela promove uma "paniculite", porque ela faz uma sucção e um congelamento, não é um resfriamento. A Criolipólise promove uma paniculite do tecido, transformando as células de gordura em fractais, uma vez esta célula sendo fractal, ele nunca mais retrocede a ser uma célula de gelo. As células são eliminadas por um processo camado de apoptose, decorrente de um processo inflamatório. Como efeito colateral da criolipólise nós temos uma região com menos gordura e consequenente mais pele e flacidez. Já a criofrequência, por ser uma radiofrequência, trabalha o contrário. Na radiofrequência, nós sabemos que se você aquece um paciente a 42º, nós temos como efeito colateral, principalmente nas radiofrequências monopolares, uma quebra de gordura. Então a criofrequência é uma radiofrequência que serve para estimular colágeno, como efeito colateral, ela quebra gordura. A criolipólise serve para quebrar gordura, com efeito colateral ela ajuda na compactação da célula. Então, assim, uma complementa a outra, mas uma tecnologia não substitui ou degrada a outra, só ajuda.

Qual a diferença, em termos de preço, da criofrequência e da criolipólise?

A criofrequência é um tratamento, já a criolipólise são aplicações por sessão, geralmente 1 (uma) única sessão. A Criolipólise pode ser repetida na mesma regiãoa partir de 60 dias mediante avaliação do profissional, já a criofrequência, por ser um tratamento, pode ser semanal ou quinzenal, se for para compactação da gordura pode ser feito toda semana ou quinzenal se for para flacidez, algumas pessoas preferem fazer a cada 20 dias, que é o padrão, porém, isso vai de profissional para profissional. Há estudos indicando que o tempo ideal para a síntese de colágeno são de 14 a 15 dias. Então como a Criofrequênca é um tratamento que o tempo é menor, consequentemente, o custo é menor. Uma sessão de criofrequência é 20 a 30 minutos, de 20 minutos com o aparelho ligado, chega a ter 30 minutos. Uma sessão de criolipólise é 1 hora, então o preço não pode ser igual.

Então, qual o preço ideal para cobrar na Criofrequência ?

A Criofrequência é um tratamento TOP, novidade no mercado mundial e muito paralelo a Criolipólise. Profissionais corretos e habilitados, sabem que o trabalho bem feito deve ser valorizado. A média, correta, para ser cobrada no mercado para a Criolipólise vai de R$ 500,00 a R$ 1.500,00 a aplicação. Já a Criofrequência, por ser um tratamento que precisa de uma média de 8 sessões no mínimo, a sessão avulsa pode ser cobrada entre R$ 600,00 a R$ 750,00 e no pacote pode-se chegar a valores menores que ficam entre R$ 350,00 a R$ 600,00, jamais menos que isso. Isso vai depender de seu público, de seu trabalho etc. Lembrando que a Criofrequência não é uma radiofrequência simples, você está fazendo uma radiofrequência de última geração. Então temos que justificar porque o custo é alto para ter disponível para o seu paciente. Fazendo uma conta rápida, como deverá ser cobrado por área, imaginemos que você faça a R$ 600,00 a sessão por área. Fazendo uma locação de 12 horas da máquina, você terá a chance de atender no mínimo 24 áreas (1 a cada 30 minutos), sendo assim, 24 x R$ 600,00 = R$ 14.400,00 em apenas 1 dia de trabalho bem feito, não é o máximo?! É um dos procedimentos mais lucrativos e eficazes da atualidade, equivalente a Lipo Laser (clique aqui e saiba mais).

Existe algum tipo de preparação para se fazer a Criofrequência ?

SIM! Como qualquer tipo de radiofrequência, sabemos que o maior condutor de célula é a água. Então o importante é o seu paciente estar sempre bem hidratado. Se o paciente ingere muito álccol, é fumante, tem problemas com hidratação da pele, é um paciente complicado para conduzir radiofrequência. Então a orientação ao seu paciente a pelo menos não tomar muita bebida alcóolica um dia antes, isso, a gente pensa que não, mas o paciente desidratado é um paciente que pode ter perda aí na sua sessão. Ingerir no mínimo 2 litros de água antes e depois das sessões. Se for tratar flacidez e rugas, fazer um processo de hidratação antes de realizar as sessões.

Comparativo de LUCROS com a Criofrequência:


Como visto acima. Sabemos que o preço cobrado pela Criofrequência no mercado varia bastante , de R$350,00 a R$750,00 a sessão no pacote. Tendo em vista, possibilitar que você obtenha o melhor Custo X Benefício, segue abaixo uma simulação de rentabilidade média; levando em consideração o menor preço praticado no mercado, já considerando o consumível!

Preço usado como referencia cobrado por sessão de R$350,00

O horário de 9:00h as 21:00h

Funcionamento de Segunda à Sexta
2 clientes em cada horário
Trabalhando 100%= 12 clientes por dia
Atendimento 1 x por semana

De 09:00 às 10:00----------------R$350,00 (2x)
De 10:00 às 11:00----------------R$350,00 (2x)
De 11:00 às 12:00----------------R$350,00 (2x)
De 12:00 às 13:00----------------R$350,00 (2x)
De 13:00 às 14:00----------------R$350,00 (2x)
De 14:00 às 15:00----------------R$350,00 (2x)
De 15:00 às 16:00----------------R$350,00 (2x)
De 16:00 às 17:00----------------R$350,00 (2x)
De 17:00 às 18:00----------------R$350,00 (2x)
De 18:00 às 19:00----------------R$350,00 (2x)
De 19:00 às 20:00----------------R$350,00 (2x)
De 20:00 às 21:00----------------R$350,00 (2x)

Total faturado por dia = R$4.200,00 (2x) = R$ 8.400,00
Total faturado por mês com apenas 4 dias atendidos : R$33.600,00

Trabalhando 100% o faturamento mensal, será de R$ 33.600,00
Trabalhando 80% o faturamento mensal será de R$ 26.880,00
Trabalhando 60% o faturamento mensal será de R$ 21.504,00
Trabalhando 40% o faturamento mensal será de R$ 17.203,20
Trabalhando 20% o faturamento mensal será de R$ 13.762,56

Não maravilhoso? Mesmo cobrando valor muito baixo, é um dos tratamenos mais rentáveis, só perde para o Lipo Laser.

 

 


 

O frio é condutivo (age de fora para dentro) e é controlado pela energia de ondas eletromagnéticas Radiofrequência Multipolar de 650 w e Monopolar de 400w, somadas 1.050 watts de potência. Sabendo que a onda eletromagnética Radiofrequência age por conversão (dentro para fora), esta continua sendo oferecida ao cliente, além de assegurar o controle de temperatura.

O encontro das duas temperaturas além de garantir a segurança do cliente, produz milhões de choques térmicos aos tecidos, gerando um terceiro efeito fisiológico, desestabilizando o metabolismo local.

Tamanha energia mobiliza não somente o colágeno, mas também a gordura, sendo indicado para flacidez tissular (facial e corporal) e gordura localizada.

Criofrequência Body Health BHS como funciona

Sobre a flacidez tissular, o frio contribui no controle do edema (inchaço); o choque gera uma tensão instantânea da pele, tendo um efeito desintoxicante aumentando os níveis de oxigenação dos tecidos, uma vez que dilata os vasos sanguíneos que irrigam a pele, produzindo um lifting instantâneo, progressivo e duradouro deste a 1 sessão. O colágeno, produz sua desnaturação através do calor interno até 60 graus, fazendo com que o corpo responda fisiologicamente à neocolagênese. Este estímulo têm pico de 21 dias e continua agindo por até 4 meses.

À gordura, produzimos o seguinte efeito fisiológico: a gordura de reserva dentro da célula adiposa, diante dos choques térmicos e do calor provocado pela Radiofrequência interna, “quebra-se”, passando de Triglicerídeos para Ácidos Graxos e Gliceróis, processo este conhecido como Lipólise. A célula adiposa então “expulsa” a gordura, sendo que esta é “consumida” pelo corpo como fonte de energia para queima calórica, podendo ser em uma atividade física, ou em uma dieta restritiva de carboidratos e gorduras.

Com Criofrequência temos o resultado imediato, tanto no sentido de Lifting instantâneo quanto na redução de medida, provando mais uma vez o porque que essa nova tecnologia têm ganhado cada vez mais espaço no mercado: Credibilidade, Qualidade, Segurança, Alta Tecnologia e o mais importante, Resultados duradouros!

Criofrequência com a Crio LaserINDICAÇÃO DA CRIOFREQUÊNCIA :

A criofrequência é indicada para o tratamento de flacidez facial e corporal, rugas e envelhecimento da pele, celulite e gordura localizada, a técnica reduz o volume, modelando e suavizando os contornos corporais. Dependendo da área que será tratada, logo na primeira sessão com no máximo 20 min já são perceptíveis os resultados da suavização de rugas e linhas de expressão, ou redução da gordura localizada.

Indicações de tratamentos da Criofrequência

- Celulites
- Gordura Localizada
- Estrias
- Cicatrizes
- Flacidez Facial e Corporal
- Hiperpigmentação
- Envelhecimento cutâneo em todas as formas
- Antioxidante

Tratameto básico recomendado:

5 a 8 sessõe, podendo chegar a 20 sessões

Frequência: 20 a 21 dias de intervalo entre as sessões.

A duração da sessão dependerá da extensão da área tratada. Estima-se que a duração média seja entre 15 a 20 minutos.

Cuidados no pós tratamento:

Lembre sempre ao seu cliente que todo tratamento adequado deve-se combinar:
- Alimentação Balanceada
- Exercícios Físicos
- Apoio Psicológico
- Mudanças de hábitos

Em caso de existir sobrepeso, é necessário um tratamento com dieta e incluir outras técnicas como a Lipo Laser, ajudando o metabolismo e reduzindo gordura visceral.

Contraindicações da Criofrequência:

Pacientes com: Marcapasso, Câncer de pele, Gravidez, Amamentação, Implante (Metal, Silicone) nas áreas a tratar, Cordicódes, Dermatites e Epiléticos.

Recomenda-se ingerir 2 litros de água antes e depois do tratamento (não imediatamente, mas sim ao longo do dia).

 


 

CRIOFREQUÊNCIA® MULTIPOLAR / TRIPOLAR / MONOPOLAR.

Este aplicador tem um design de vanguarda que difere por ter-se três tecnologias que entregam até
1.050 watts de potência:

MULTIPOLAR com 6 polos que se cruza entre si.

MONOPOLAR com um polo central e outro no paciente.

SISTEMA CRIOGENA que gera temperaturas abaixo de zero durante todo o tratamento.

APLICADOR CORPORAL / FACIAL

CONDIÇÕES DA PELE

DESENVOLVIMENTO, ESTRUTURA E METABOLISMO DA GORDURA

O tecido adiposo tem a função de regulação térmica pela a sua capacidade de isolamento, como também, de intervir no equilíbrio de água pela a sua capacidade de armazenamento. Mas a sua capacidade de armazenar nutrientes e a de transformá-los em energia é a verdadeira influência quepossui sobre o metabolismo interno. O tecido gordo não é governado pelos mesmos parâmetros hormonais do resto do organismo, as catecolaminas e a insulina exercem um efeito profundo neste metabolismo. As catecolaminas são os hormônios mais eficazes na lipólise. Eles são os que fornecem energia desdobrando os triglicérides em ácidos graxos e glicerol. Isso acontece através da interação entre as catecolaminas (Adrenalina e Noradrenalina) e o receptor B1 que localizam-se na membrana superficial do adipócito.

[voltar ao topo]

 


 

O TECIDO ADIPOSO

O tecido adiposo subcutâneo se desenvolve especificamente nas estruturas retículo-endoteliais, conhecidas também como órgãos preventivos, que aparecem no subcutâneo durante o quarto mês de vida fetal. As células de gordura formam um tipo de tecido conectivo especializado. Elas originam-se no tecido conectivo subcutâneo perivascular como adipoblastos, células indistinguíveis do resto, e desenvolvem-se dentro do pré-adipócito. O préadipócito se transforma em célula madura pela acumulação progressiva de triglicérides. Os adipócitos são agrupados e organizados em forma de lóbulos com o seu próprio fornecimento sanguíneo, proveniente de uma artéria central que alimenta os capilares que cercam todas as células de gordura. Esses lóbulos, quando são organizados em larga escala, constituem o chamado tecido adiposo, que representa aproximadamente 20% do peso corporal total.

Como possui várias funções, alguns autores referem-se a ele como um órgão, assim a pele também é considerada um órgão do corpo. O número de células de gordura e, consequentemente, de lóbulos, aumenta até que se completa a fase de crescimento, ou seja, a puberdade e a adolescência. Este processo ocorre fisicamente, atingindo a sua curva máxima no final da infância, para finalmente parar. Em contraste, o volume das células continua aumentando até certo limite ao longo de toda a vida, dependendo da dieta. A localização das células de gordura primitivas é geneticamente determinada, de modo que a gordura não seja distribuída uniformemente. A espessura do tecido adiposo não só varia de uma parte do corpo para outra, mas também de uma pessoa para outra, dando ao adulto sua figura característica.

O genero é um outro fator que influencia na localização do tecido adiposo. As mulheres geralmente possuem uma distribuição ginóide, ou seja, na parte inferior do tronco, enquanto que os homens possuem uma distribuição andróide, ou seja, a maior concentração de tecido adiposo localiza-se na parte superior do corpo. Embora nascemos programados com um número fatores podem ativar as estruturas retículo- endoteliais ou órgãos primitivos do tecido adiposo para criar novos adipócitos. Uma dieta adequada diminui o volume das células, mas não o seu número. Pode ser difícil manter o peso após uma dieta, porque o número de células, antes e após a dieta, permanece o mesmo, e a lipogênese é determinada pelo número, e não pelo o seu volume.

[voltar ao topo]

 


 

LIPOGÊNESE – LIPÓLISE

Fisiologia: O corpo humano tem 30 trilhões de células capazes de acumular mais de 68 quilos de gordura.
LIPOGÊNESE = armazenamento de gordura (LIPO significa gordura / GÊNESE significa formação)
LIPÓLISE = liberação de gordura (LISE significa destruição)

As células de gordura tem 2 tipos de receptores: RECEPTOR ALFA: ANTILIPOLÍTICOS RECEPTORES BETA: LIPOLÍTICOS

Durante a lipólise, os triglicerídeos armazenados no tecido adiposo são hidrolisados a ácidos graxos e glicerol. O passo limitante da lipólise é controlado pela lípase sensível a hormônios (LSH). Esta enzima catalisa a hidrólise de triglicérides a monoglicerídeos. A LSH está sujeita a uma intensa regulação. É ativada por fosforilação controlada por proteína quinase A, que também é ativada através do AMP cíclico (AMPc). A lipólise será estimulada por todos os hormônios que ao unirem- se ao seu receptor causem a ativação de proteínas G estimulantes e, assim, a estimulação da adenilato ciclase e a formação de AMPc, como ocorre pela união de catecolaminas aos receptores B1- adrenérgicos . Do contrario, a lipólise será inibida pelos hormônios cujo receptor é associado à adenilato ciclase através de proteínas G inibidoras. Isso provoca uma menor produção de AMPc e uma menor ativação da proteína quinase A e, portanto, da LSH. Isto é o que acontece após a ativação por catecolaminas de receptores A2-adrenérgios e receptores de adenosina. As catecolaminas têm, portanto, um efeito duplo sobre a lipólise e, por isso, seu efeito lipolítico líquido depende do equilíbrio entre os receptores A2 e B1-adrenérgicos.

É possível que a diferença de concentração entre estes dois tipos de receptores A2 e B1, permita com maior ou menor dificuldade perder peso em diferentes áreas do corpo. Um aumento dos A2 (receptores antilipolíticos) e dos receptores de insulina produz o excesso de gordura abdominal e trocantérica não responde satisfatoriamente a uma dieta. O efeito antilipolítico é mais marcado na área femoral, onde, mesmo durante o jejum, as células de gordura mantêm um volume, apesar de um aumento na atividade de transformação dos triglicerídeos.

As células de gordura femorais são mais ricas em receptores antilipolíticos, razão pela qual as catecolaminas são mais ativas na área abdominal (possivelmente porque há mais receptores B1), enquanto que a insulina tem um forte efeito antilipolítico na área femoral, possivelmente porque há um grande número de receptores específicos para a insulina nestes adipócitos. Recentes estudos em imunologia mostram novos caminhos para combater a obesidade. Pode ser possível bloquear os receptores A2 antilipolíticos, permitindo, assim, ativar os receptores B1 lipolíticos nas partes do corpo onde é muito difícil perder peso. Assim, a obesidade poderia ser controlada através da manipulação dos adipócitos.

[voltar ao topo]

 


 

CELULITE

Assim se denomina o acúmulo de líquidos no tecido subcutâneo, que tem diferentes graus, de acordo com a sua permanência no tempo e seu estágio evolutivo. A celulite se divide em 4 estágios: Estágio 0: aspecto externo à observação. A pele das coxas e quadris é lisa quando o paciente está de pé ou deitado. O teste do "beliscão" sobre a pele só mostra dobras e rugosidades, mas não há o aspecto acolchoado, apenas alude-se à casca de laranja.

Estágio 1: aspecto externo. A superfície da pele é macia tanto de pé como deitado, ao teste do beliscão aparece o aspecto acolchoado (casca de laranja). Aspecto histológico: observa-se o começo da fragmentação das fibras elásticas e o aparecimento no espaço intersticial de células de gordura.

Estágio 2: aspecto externo. A superfície da pele é macia na pessoa deitada, mas quando está de pé aparece o acolchoado (panículopatia edemato fibro esclerótica -P.E.F.E.-), de forma espontânea. É comum em mulheres com idade entre 35 e 40 anos e excesso de peso. Aspecto histológico: há uma maior contração das células adiposas e degeneração das fibras elásticas.

Estágio 3: aspecto externo, o fenômeno do "inchaço" aparece espontaneamente com o paciente de pé e deitado. É muito comum na pós-menopausa e na obesidade. Aspecto histológico: o tecido subepitelial perdeu sua estrutura normal e é substituído por tecidos fibrosos compostos principalmente por fibras colágenas.

Criofrequência Body Health BHS como funcionaA celulite tem uma etiologia multifatorial, não muito esclarecida. Está relacionada às importantes mudanças endócrinas sofridas através de sua vida hormonal. É hereditária, o que pode ser confirma no consultório apenas observando a silhueta de uma mãe que acompanha a sua filha púbere com os primeiros sintomas da doença. Cada gravidez produz um agravamento da celulite, resultando, mesmo na juventude, em depressão e frustração que influenciam psicologicamente toda a família. Conforme o tempo passa o metabolismo diminui, o que provoca um ganho de peso progressivo.

Se se adiciona uma maior ingesta de alimentos, temos o quadro típico da obesidade. Mais tarde vem a menopausa, o último elo fenomênico. Admite-se que as perturbações iniciais da celulite são originadas no diencéfalo, causadas por agressões externas (choques psíquicos, estresses repetidos), ou por alterações do hipotálamo na produção de precursores hormonais. Com relação à função tireóidea, a tireoide exerce importantes funções metabólicas celulares. Intervém no metabolismo glicídio regulando a absorção de glicose e a glicogenólise hepática. Como os mucopolissacarídeos derivam dos hidratos de carbono, o desequilíbrio da função da tireóidea produz uma alteração na formação destas substâncias e sua acumulação nos tecidos. Com relação à função hepática, todas as substâncias que entram no organismo passam pelo fígado, onde sofrem alterações em sua estrutura química. O fígado é o lugar da formação da glicose sanguínea e a regulação da glicemia. Também armazena gorduras em trânsito dos depósitos para o seu uso. E tem a função de desintoxicação produzindo a transformação de diversas drogas e substâncias.

Criofrequência Body Health BHS como funcionaA função intestinal, quando está alterada, causa retenção de substancias tóxicas intestinais, que entram na corrente sanguínea e se depositam no fígado, afetando o seu bom funcionamento. Outro fator que influencia é o hábito de fumar, que causa alterações das paredes arteriais, provocando o endurecimento das mesmas. O tecido celulítico é ainda mais afetado em sua oxigenação. O sedentarismo excessivo e a falta de exercício ou movimento também acarretam na falta de circulação microcapilar nas áreas afetadas, como os glúteos e os chamados culotes. Existe uma causa vascular que provoca má circulação, o que gera o aparecimento de edemas, como consequência do acúmulo de líquido nos espaços intersticiais. As alterações no sistema circulatório afetam o trabalho normal dos adipócitos, que sintetizam triglicerídeos, os quais acumulam dentro da célula aumentando seu volume. Estes processos de retenção de líquidos nos espaços intersticiais e o acúmulo de triglicerídeos nos adipócitos criam um círculo vicioso difícil de romper. O líquido retido pressiona e dificulta a circulação venosa e linfática, causando alterações no metabolismo celular do adipócito, fazendo-o produzir mais prostaglandina, o que aumenta a permeabilidade capilar.

Os adipócitos que aumentaram de volume permanecem fechados nas câmaras de tecido conectivo fibroso. Ali se juntam e a transformação e regulação dos lipídios e outros nutrientes são interrompidos. Desta maneira, formam-se nódulos que depois passam para níveis mais superficiais da pele, comprimindo as veias e os vasos linfáticos. Este ciclo acelera a formação de mais e mais nódulos. Como efeito paralelo, há uma obstrução do fluxo sanguíneo e uma diminuição do ritmo metabólico. Os sintomas e sinais deste processo são: edemas, dor e umas rugosidades chamadas de casca de laranja. A causa mecânica é originada pelo córion, que nas mulheres atinge sua espessura máxima aos 30 anos, para depois reduzir sua consistência. Também tende a depositar mais gordura no tecido subcutâneo. O córion torna-se mais fino e frágil, e aparece uma distribuição globular da gordura que não alcança totalmente a junção dermo-epidérmica. A linha entre a cútis e o tecido subcutâneo e a parede de tecido conectivo entre câmara e câmara começa a se hipertrofiar, como ocorre na obesidade. Os adipócitos empurram uns aos outros contra a parede interna das câmaras, fazendo uma mudança de deformação na pele, onde se observam saliências e depressões da mesma, o que causa a aparência de casca de laranja ou celulite.

Há três tipos de morfologias:
a) Ginecoide: também chamada forma de pêra. A celulite está localizada nos culotes. Esse tipo de mulher tem um tórax pequeno e cintura fina.
b) Androide: também chamada de forma de maçã. Com excesso de gordura no queixo, ombros, tórax e barriga. Traz grandes riscos de hipertensão arterial e diabetes.
c) Equilibrado: Este tipo está entre a pêra e a maçã, apresenta problemas em sua camada de celulite, que é generalizada e aumenta com o passar dos anos.

[voltar ao topo]

 


 

FLACIDEZ

Criofrequência Body Health BHS como funcionaA flacidez é uma disfunção própria do envelhecimento cutâneo natural ou acelerado ligado estruturalmente à diminuição da produção de colágeno. As mudanças morfológicas que aparecem nesta disfunção estética são o resultado das profundas alterações titulares. O déficit de colágeno provoca uma falta de elasticidade e de força de aderência na derme. Inicialmente, apresenta uma diminuição do metabolismo celular e cutâneo. Esta diminuição metabólica afeta o funcionamento dos ribossomos e do retículo endoplasmático. Consequentemente, a biossíntese de fibras de colágeno e elastina diminui, como também a de mucopolissacarídeos da substância base f. O número de fibroblastos diminui e a derme, ao perder seu tropismo natural, torna-se pobre e perde a sua capacidade natural de reposição.

Uma alteração importante ligada à flacidez é a diminuição das fibras de colágeno solúvel e o espessamento das fibras de colágeno insolúvel. Estas fibras engrossadas têm pouca matriz fundamental, devido a uma diminuição dos mucopolissacarídeos ácidos. Isso também tem um impacto negativo sobre o conteúdo aquoso da derme. A rede de elastina e colágeno é o que mantém a pele unida às papilas dérmicas e a fixa na hipoderme e ao tecido subcutâneo de gordura. A falha desta estrutura orgânica complexa (elastina, colágeno) deixa, em maior ou menor grau, desconectada mecanicamente a epiderme e a derme um pouco oca. Consequentemente, os epitélios podem soltar-se como um saco vazio e possibilitar o surgimento da flacidez visível, em certas áreas anatômicas que são mais propensas a esta estetopatia.

[voltar ao topo]

 


 

ESTRÍAS

Criofrequência Body Health BHS como funcionaAs estrias são o resultado de certas atrofias cutâneas, que se apresentam geralmente com ondulações paralelas, facilmente visíveis por sua cor rosada, violeta ou esbranquiçada devido ao afinamento e afundamento localizado da epiderme. Aparecem com mais frequência nas nádegas, no peito, na barriga e nas costas.

As estrias são causadas pelo rompimento da retícula elástica (colágeno, elastina) da pele, que é a trama de tecido que proporciona a elasticidade da pele. O processo de cicatrização deste rompimento causa as estrias. A ruptura do tecido ocorre por mudanças bruscas de peso e, como resultado de alterações hormonais próprias da puberdade, gravidez, menopausa e os processos de alongamento e retrocesso excessivo da pele, que acaba por provocar a ruptura dos tecidos. Embora sejam mais comuns nas mulheres, também ocorrem nos homens devido à prática de esportes. O início da formação das estrias caracteriza-se por uma sensação de ardor e dor. Numa primeira fase são avermelhadas e posteriormente se ampliam e se transformam em um roxo claro.

De acordo com sua origem se distinguem:
Estrias da puberdade: causadas pelas mudanças hormonais e corporais. Aparecem principalmente nas nádegas.
Estrias de gravidez: costumam instalar-se a partir do sexto mês. Aparecem nas áreas onde há pressão mecânica (ventre, seios, quadris, nádegas e coxas).
Estrias do tipo iatrogênico: ocorrem devido ao tratamento com fármacos, e mais concretamente com corticoides.

Estrias de origem endócrina ou hormonal: estrias causadas por prática de esportes, devido aos movimentos forçados e intensos que levam ao estiramento e ruptura das fibras.

[voltar ao topo]

 


 

O ENVELHECIMENTO CUTÂNEO

Criofrequência Body Health BHS como funcionaO envelhecimento cutâneo de tipo fisiológico e/ou actínico é um processo complexo caracterizado pela perda gradual da capacidade funcional e aumento da vulnerabilidade a enfermidades e fatores ambientais. O envelhecimento afeta, de forma semelhante, o tecido epidérmico e dérmico com grande impacto vascular e glandular. É identificado por uma pele seca, enrugada, amarelada e o aparecimento de pigmentações anômalas. Há uma perda da elasticidade, do tono cutâneo e um aumento da mobilidade epidérmica. A hipoderme sofre um processo de perda de vascularização com redução do panículo adiposo. A derme, responsável pela resistência e elasticidade da pele, perde esses atributos com o passar do tempo. Consequentemente, é menos elástica e apresenta menor resistência à deformação. Isto é a consequência de muitas das alterações visíveis do processo de envelhecimento. A derme fica mais estreita e diminui a produção de colágeno, aumentando a prevalência do colágeno tipo 1. Vai ficando também mais transparente por causa da perda de espessura e as rugas aparecem.

As fibras elásticas sofrem alterações, diminui a produção de elastina, fenômeno que se acelera no envelhecimento actínico. A luz solar, devido à sua fração, produz um maior envelhecimento da pele. A radiação ultravioleta aumenta a produção de radicais livres, que desencadeiam muitos processos reativos prejudiciais às células e ao funcionamento de macromoléculas do tecido conectivo, pela ação das elastáses e colagênases aumentadas ou a biossíntese de moléculas anômalas.

 

[voltar ao topo]

 


 

TRATAMENTOS

CRIOFREQUÊNCIA MULTIPOLAR / TRIPOLAR / MONOPOLAR

A RADIOFREQÛENCIA como terapia é definida como um tratamento que favorece a formação de um novo colágeno mediante um aquecimento profundo da pele.

A CRIO-FREQUÊNCIA COMO TERAPIA - Esta terapia entrega mais energia do que qualquer outra radiofrequência mas deve-se ser controlada com o frio. Permite introduzir (-) menos 10 graus desde o aplicador até a derme; uma vez que, por ser multipolar e monopolar, aumenta-se muito a temperatura interna, fazendo gerar um choque no interior da pele através da combinação do frio externo com o calor interno. Assim, se produz vários choques térmicos, gerando uma tensão instantânea da pele. Estes choques possuem um efeito desintoxicante que aumenta a oxigenação dos tecidos ao produzir a dilatação dos vasos que irrigam a pele.
As ondas eletromagnéticas que chegam as dermes profundas e as camadas subdérmicas aumentam a temperatura do tecido interno, alcançando uma temperatura à nível superficial de 41 e 43 graus centígrados sem provocar queimaduras. Este aquecimento profundo melhora a circulação local, promove a degradação do tecido adiposo e estimula a drenagem de fluídos e toxinas retidas nos tecidos.

[voltar ao topo]

 


 

COMO FUNCIONA A CRIOFREQUÊNCIA?

Funciona emitindo radiofrequência quando os polos estão em temperaturas a BAIXO DE ZERO com um efeito de FRIO-CALOR. Isso provoca a contração do tecido e o estimulo da produção do colágeno e da elastina, obtendo-se o EFEITO LIFTING INSTANTÂNEO de maneira NÃO INVASIVA. Este aparelho por oferecer maior energia do que qualquer outro deverá ser trabalhado com TEMPERATURAS A BAIXO DE ZERO, permitindo um tratamento controlado. Estes avanços desenvolvidos pela BODY HEALTH oferecem aos pacientes resultados imediatos, eficazes e seguros.

Criofrequência Body Health BHS como funcionaMULTIPOLAR: A Radiofrequência MULTIPOLAR pertence a uma tecnologia de última geração. Ela realiza um aquecimento simultâneo das camadas profundas e superficiais da pele com a maior quantidade de arcos de RF. É, portanto, superior às tecnologias mais antigas como a bipolar e tripolar, em que a energia não era tão efetivamente aproveitada, pois possuia menos polos e encontravam-se distantes entre si em relação a profundidade de penetração na pele. O aplicador para o rosto e corpo conta com RF multipolar.

MONOPOLAR: É uma tecnologia de primeira geração que utiliza-se somente um polo. A corrente vai desde um elétrodo na superfície da pele até uma placa capacitiva que é colocado ao lado do paciente para fechar o circuito. Os tecidos graxos exercem maior resistência na passagem da corrente elétrica pelos que aquecem até 4 vezes mais em relação aos outros tecidos. Este aquecimento seletivo aumenta o metabolismo graxo, facilitando a sua diluição, reduz a água intersticial e compacta os tecidos. Esta tecnologia é recomendável para realizar tratamentos em profundidade. O aplicador para o rosto e o corpo conta com RF monopolar.

BIPOLAR OLHOS/ROSTO: Esta tecnologia utiliza-se de dois polos (elétrodos), limitando assim a área do tratamento, ou seja, a corrente só circula no âmbito do aplicador, sendo este tipo de radiofrequência de maior eficácia para a aplicação localizada a nível da pele do que a chamada monopolar, em que a energia atravessa todo o corpo perdendo-se a distribuição de calor. O aplicador para a área orbicular conta com esta tecnologia.

TRIPOLAR OLHOS/ROSTO: Esta tecnologia desenvolvida posteriormente a bipolar, utiliza-se de três polos com o objetivo de oferecer mais energia do que a bipolar e sem riscos de queimaduras alguma. O aplicador para a área orbicular conta com esta tecnologia.

[voltar ao topo]

 


 

A Radiofrequência com tecnologia MULTIFREQUÊNCIAL: Esta tecnologia desenvolvida posteriormente a bipolar, utiliza-se de três polos com o objetivo de oferecer mais energia do que a bipolar e sem riscos de queimaduras alguma. O aplicador para a área orbicular conta com esta tecnologia.

APLICAÇÃO DO TRATAMENTO

Para a aplicação deve ser usado no aparelho, Glicerina líquida se for face e/ou Gel Neutro se for corpo. Mas se puder usar Glicerina Líquida em todo o procedimento é melhor, pois a Glicerina, além de ser mais econômica, ela tem o poder de manter um aquecimento ou resfriamento por mais tempo. Melhorando os efeitos.

CORPO FRENTE

CORPO ATRÁS

COLO - FREQUÊNCIA HIGH ou MEDIUM - Realiza-se movimentos ascendentes com sistema de drenagem.Se utiliza aplicador CORPORAL (CRIOFREQUÊNCIA)

TEMPO: 10 min. / POTÊNCIA 85%

BRAÇOS PARTE INTERNA - FREQUÊNCIA MEDIUM ou MIX - Realiza-se movimentos ascendentes com sistema de drenagem. Utiliza-se aplicador CORPORAL (CRIO-FREQUÊNCIA). TEMPO: 10 min. cada lado / POTÊNCIA 85-95%

ABDÔMEM- FREQUÊNCIA LOW OU MIX - Realiza-se movimentos AO REDOR DA ÁREA UMBILICAL com sistema de drenagem. Segundo no paciente utilizaremos RF MONOPOLAR (Lipólise).

Se utiliza aplicador CORPORAL (CRIORADIOFREQUÊNCIA)

TEMPO: 20 min. / POTÊNCIA 85-95%

PERNAS / COXAS / ADUTORES - FREQUÊNCIA LOW OU MIX - Realiza-se movimentos ascendentes. Na zona de adutores segundo tecido adiposo utilizamos RF MONOPOLAR (CRIOLIPOLISE)

Se utiliza aplicador GRANDE (CRIOFREQUÊNCIA) TEMPO: 20 min. / POTÊNCIA 85-95%

COSTAS INTERCOSTAL- FREQUÊNCIA MEDIUM ou MIX - Realiza-se movimentos ascendentes.
Se utiliza aplicador CORPORAL (CRIOFREQUÊNCIA)

TEMPO: 10 min. cada lado
POTÊNCIA 80-95% em diante

BRAÇOS PARTE EXTERNA - FREQUÊNCIA MEDIUM ou MIX - Realiza-se movimentos ascendentes.
Se utiliza aplicador CORPORAL (CRIOFREQUÊNCIA) TEMPO: 10 min. / POTÊNCIA 80-95% em diante.

GLÚTEOS E SUBGLÚTEOS - FREQUÊNCIA LOW ou MIX - Realiza-se movimentos ascendentes.

Se utiliza aplicador CORPORAL (CRIOFREQUÊNCIA) TEMPO: 10 min em cada área.

PERNAS - FREQUÊNCIA MIX - Realiza-se movimentos ascendentes. Utiliza-se aplicador CORPORAL (grande). (CRIOFREQUÊNCIA)
ANTERIOR: 15 min. / POTÊNCIA 85-95%
POSTERIOR: 15 min. / POTÊNCIA 85-95%

MÃO - FREQUÊNCIA HIGH - Realizamos movimentos ascendentes.
Se utiliza aplicador CORPORAL (CRIOFREQUÊNCIA) TEMPO: 5 min. cada mão / POTÊNCIA 60%
em diante.


FACE - ROSTO

TESTA - FREQUÊNCIA HIGH

Realiza-se movimentos ascendentes . Utiliza-se aplicador FACIAL (pequeno). TEMPO: 5 a 10 min / POTÊNCIA 40%

ORBICULAR / PÁLPEBRA - FREQUÊNCIA HIGH

Realiza-se movimentos ascendentes e circulares. Utiliza-se aplicador FACIAL (pequeno).

TEMPO: 5 a 10 min / POTÊNCIA 40%

MAÇÃ DO ROSTO / FREQUÊNCIA HIGH ou MEDIUM

Realiza-se movimentos ascendentes levando para a orelha.

Utiliza-se aplicador GRANDE (CRIO-FREQUÊNCIA) TEMPO: 8 a 16 min / POTÊNCIA À PARTIR DE 40%

QUEIXO / FREQUÊNCIA HIGH ou MEDIUM

Realiza-se movimentos ascendentes levando para a orelha.

Utiliza-se aplicador GRANDE (CRIO-FREQUÊNCIA) TEMPO: 8 a 16 min / POTÊNCIA À PARTIR DE 40%

PESCOÇO / FREQUÊNCIA MEDIUM

Realiza-se movimentos ascendentes.

Utiliza-se aplicador GRANDE (CRIO-FREQUÊNCIA) TEMPO: 4 a 8 min / POTÊNCIA 40%

 

 

[voltar ao topo]

 


 

Confira o vídeo:

 


 

[voltar ao topo]

 

FORMAS DE PAGAMENTO
Formas de Pagamento

 

 

CENTRAIS DE ATENDIMENTO
ATENDEMOS A TODO O ESTADO DO RIO DE JANEIRO:
RJ (21) 3735-0086 ou 3942-3946 ou 96696-6507 (Claro com WhatsApp).

Quer saber mais? Fale conosco clicando aqui.

Curta a Criolipólise no Facebook

© Copyright 2018 Crio Laser - Locação de Equipamentos. Todos os direitos reservados Melhor visualização 1024 x 768 pxl
LOCALIZAÇÃO
A CRIO LASER Locações de Equipamentos atende a TODO O ESTADO DO RIO DE JANEIRO, com agendamento prévio via Centrais de Atendimento:
RJ (21) 3735-0086 ou 3942-3946 ou 96696-6507 (Claro com WhatsApp).